Como montar uma campanha de links patrocinados para o seu negócio

como montar uma campanha de links patrocinados

O google tornou-se uma das maiores empresas do mundo com 98% do seu faturamento proveniente dos links patrocinados.

Os links patrocinados do Google são os Adwords. O Buscapé também vende links patrocinados, assim como o Yahoo!.

Nos resultados de busca do Google cerca de 25% dos usuários que clicam em algo em uma sessão de busca, clicam nos links patrocinados. Os 75% clicam nos resultados orgânicos de busca.

Os links patrocinados geram tráfego para o seu site em curto prazo. Para isto basta configurar corretamente uma campanha para que você consiga posicionar seu anúncio na parte superior direita das páginas de resultado.

Se você estiver pagando bem acima da média por cada clique poderá ficar entre os 3 primeiros resultados entre links patrocinados, mas isso significa que você irá gastar uma quantia considerável e quase impraticável para pequenas empresas.

Portanto se você não tem uma grande verba para links patrocinados o ideal seria montar uma campanha para posicionar seu anúncio na quinta ou quarta posição dos links patrocinados e de forma que obtenha um alto CTR. Quanto melhor o CTR do seu anúncio para uma palavra-chave mais bem posicionado ele fica, mesmo que não pague muito mais do que os que pagam mais por cada clique.

Em grande volumes de cliques isso pode significar alguns milhares de reais.

 

Escolhendo as melhores palavras-chave.

Se você já tem um bom conhecimento sobre análise de palavras-chave deverá avaliar um universo de pelo menos 100 termos para chegar a uma short list de 10 palavras.  É importante que não sejam somente palavras-chave muito concorridas para que sua campanha não consuma a verba que você está destinando de forma muito rápida.

Avalie um mês de veiculação. Estude as palavras-chave que tem baixo CTR e elimine-as, sempre com o objetivo de ter anúncios mais eficazes e otimizar sua verba.

 

Convertendo o tráfego pago em leads

Seu site precisa estar bem preparado para receber o tráfego dos anúncios. Aqui a regra básica é não ter anúncios que levam para a home do seu site e sim anúncios mais diretos sobre o benefício de um produto ou serviço que leve para a página do respectivo produto/serviço.

Esta página deverá estar preparada para converter este tráfego da melhor forma possível, trabalhando diversos elementos pertinentes e relevantes para o processo de decisão do usuário.

O ideal é veicular por 12 meses consecutivos

Talvez não seja a realidade de todo mundo ter uma verba considerável para veicular por 12 meses consecutivos, mas isso seria ideal para avaliar a sazonalidade do seu produto ou do seu negócio.

É claro que para determinados mercados, as datas mais comuns de feriados nacionais e regionais, assim como férias e festividades de final de ano são momentos de grandes vales na curva de tráfego do site.

Mas é importante observar que tipo de sazonalidades cada palavra-chave irá ter.

 

Evite tornar-se refém dos links patrocinados

Com uma frequência enorme eu recebo solicitações de clientes querendo gastar menos com links patrocinados. Eles investem há vários meses, alguns já investem há anos e percebem que quando param de investir, o volume de visitas cai cerca de 90%, o que gera uma dependência do pagamento dos links patrocinados para efetivar vendas, ou pedidos de orçamento pelo site.

Para evitar esta dependência é fundamental que o site esteja otimizado para mecanismos de busca, possua uma linguagem fácil de ser indexada ( evite sites em flash por exemplo ), tenha as principais meta tags trabalhadas corretamente com as palavras-chave do negócio, tenha urls amigáveis, conteúdo único e autêntico, ferramentas de compartilhamento, tenha um site map indexado nos mecanismos de busca e principalmente tenha conteúdo relevante relacionado às principais palavras-chave do negócio.

Em resumo, faça links patrocinados depois de ter otimizado o seu site. No longo prazo você irá colher os frutos disso, podendo dentro de 24 meses poder decidir não investir mais em links patrocinados, ou pelo menos investir somente em determinados períodos mais estratégicos.

 

Comércio eletrônico, comparadores de preço e afiliados

Para determinados segmentos que são altamente competitivos como o de comércio eletrônico, investir em links patrocinados é algo vital. Além dos Adwords é fundamental investir nos comparadores de preços, sites cada vez mais utilizados pelos consumidores para comparar preços de produtos que eles já decidiram comprar.

Nestes casos paga-se ou por clique ou como comissão por venda, no modelo que se chama de Afiliados, onde qualquer site que tenha se cadastrado no programa de afiliados da loja virtual em questão tem o tráfego mapeado e quando se efetiva uma venda o cadastrado é remunerado por comissão.

Não podemos deixar de fora os links patrocinados dentro do Facebook e outras mídias sociais cada vez mais crescentes.

 

 Aprofunde seus conhecimentos e faça você mesmo se tiver tempo

google adwords a arte da gerra batalha de links patrocinados 3 ed

CLIQUE E COMPRE NA SARAIVA

 

Conclusão sobre links patrocinados

Se você tem verba e precisa de gerar tráfego de forma rápida, invista em links patrocinados.
Mas neste caso se você não tem um site com boa arquitetura da informação voltado para transformar tráfego em pedidos, você irá gastar sua verba e seu resultado será medíocre.

Se você tem verba e pode investir no desenvolvimento de um site otimizado para as principais palavras-chave do seu negócio, faça isso. Somente depois que o site estiver otimizado gaste com links patrocinados. No longo prazo este investimento retornará para você.

Se você investir em links patrocinados sem ter um site otimizado mas que gera pedidos a partir deste tráfego pago, você corre o risco de tornar-se dependente do pagamento dos links patrocinados, inclusive inflacionando o custo por clique das palavras-chave mais importantes para o seu negócio.  Um exemplo disso é o custo do clique para o termo e-mail marketing que atualmente está em R$ 4,50 por clique! O ideal é que você pague algo entre R$ 0,30 e R$ 2,50 por clique.

Multiplique estes valores por 500, 1.000 ou 3.000 cliques e veja o quanto você pagaria por este volume de tráfego.

 

Otimização do seu site vale a pena

Sem um site otimizado, você poderá ter 50% de rejeição do tráfego pago. Fazendo as contas, você pagaria por 1.000 visitas a um custo de R$ 0,90 por clique o valor de R$ 900,00.  Como a taxa de rejeição deste tráfego é alta pelo fato da página de entrada não ser otimizada, na hipótese de 50% de rejeição você estaria jogando fora R$ 450,00.

É mais ou menos como imprimir 1.000 folhetos e jogar 500 no lixo em menos de 30 segundos depois que ele vai para mão do cliente.

Eu posso ajudar você a preparar melhor os seus investimentos de marketing. A questão principal não é quantos reais você gasta para divulgar e sim

quantos reais você gasta em marketing para cada real que você fatura?

 
 

Quer saber mais? Solicite orçamento de links patrocinados

[contact-form-7 id=”2347″ title=”LINKS PATROCINADOS”]

Perguntas, Respostas e Comentários