Google faz mudanças na pesquisa por imagens

google-mudancas-pesquisa-imagensComo consultor de marketing digital e mídias sociais, observo constantemente a importância da organização de fotos no conteúdo de um site por cada vez mais estarem entre as 3 principais fontes de tráfego de diversos sites dos clientes que atendemos. Dada esta importância, as mudanças na navegabilidade deste tipo de informação feitas pelo Google, com certeza irão contribuir para uma maior intensidade de fluxo de tráfego para os sites respectivos das fotos que forem bem posicionadas no resultado de busca. Abaixo mais detalhes da mundança no artigo de Ricardo Zeef Berezin, da IDG Now:

A Google anunciou nesta terça-feira (20/07) uma reformulação na sua pesquisa por imagens. A adesão está sendo veloz: em torno de 10% dos usuários já visualizam a nova interface ao usar o mecanismo de busca e, nos próximos dias, esse ritmo deverá crescer. Não será surpresa se, até o fim da semana, todos já tenham acesso às novidades.

A pesquisa por imagens foi incorporada em 2001 e, desde então, nenhuma grande mudança foi promovida na sessão. Em compensação, os números cresceram em uma velocidade considerável. No primeiro ano de funcionamento, o serviço contava com 250 milhões de imagens catalogadas – hoje já são mais de 10 bilhões. Em nove anos, um crescimento de 4000%.

A primeira alteração é percebida instantaneamente. Não há mais informações abaixo das imagens, como seu título, formato ou site de origem; agora, esses dados só são exibidos ao levar o mouse até a mídia desejada.

O objetivo é deixar mais espaço para que o principal seja mostrado, ou seja, imagens maiores.

Os números para ir às páginas seguintes também não existem mais. Em vez disso, basta rolar a página para baixo, que todas as imagens serão exibidas continuamente.

Outro recurso interessante é quando o usuário clica no resultado de sua preferência. Como de costume, ele será direcionado ao site que hospeda a mídia, mas, desta vez, a imagem aparecerá em primeiro plano e em maior tamanho, sobrepondo-se ao portal. Para interagir com o site normalmente, o internauta só precisa fechá-la, clicando no pequeno “x” no canto superior.

Por fim, há novas opções para que as empresas anunciem no Google. A pesquisa por imagens também suportará links patrocinados, que, lógico, virão com uma ilustração própria, acima da página de resultados.

Perguntas, Respostas e Comentários